buscar

Poli Shopping aposta em serviços e conveniência para atrair os consumidores

Atualizado em: 16/11/2016
A história da criação da General Shopping Brasil começa com o desenvolvimento, no final dos anos 80, do Poli Shopping, o primeiro centro comercial de Guarulhos (SP). Com o desenvolvimento do Internacional Shopping Guarulhos, nos anos 90, o Poli ganhou uma nova vocação: serviços e conveniência para a região central da cidade, carente de uma oferta mais qualificada e que oferecesse segurança e conforto. Hoje, essa vocação faz com que o Poli esteja totalmente integrado ao seu entorno, o principal ponto do varejo de rua da cidade, e tenha horários diferentes de funcionamento (das 9h às 21h durante a semana, sem abrir aos domingos).
 
“Estou há 17 anos na General Shopping Brasil, sendo 15 deles no Poli”, comenta Suzete Assis, superintendente do empreendimento. O shopping onde tudo começou enfrenta um cenário competitivo bem diferente do que tradicionalmente acontece no setor: por seu porte e posicionamento de mercado, o Poli compete diretamente com o varejo de rua do centro de Guarulhos, e não com outros shopping centers. “Enfrentamos o desafio diário de atrair os clientes que passam pela região. Para isso, ampliamos nosso foco em serviço e alimentação para sermos o único lugar da região em que o cliente pode resolver a sua vida, seja antes ou depois do trabalho, seja na hora do almoço”, explica.
 
Segundo Suzete, a praça de alimentação é um diferencial do Poli na disputa pelos consumidores. “O consumidor não encontra nenhuma opção na região tão confortável quanto a nossa, em um ambiente com ar condicionado, boas operações e segurança”, explica. O mix de serviços, com destaque para os caixas eletrônicos localizados no terceiro piso, oferece praticidade e segurança, dando aos clientes um motivo adicional para frequentar o empreendimento.
 
O fluxo de clientes no Poli Shopping muda de acordo com o momento do dia: abrindo suas portas às 9h para aproveitar a chegada do público aos escritórios da região, o empreendimento tem um forte movimento na hora do almoço e no final da tarde. No início da noite, alunos das escolas da região também passam pelo mall. “Também fechamos as portas mais cedo que em um shopping tradicional, pois a região central da cidade fica sem movimento depois das 20h”, comenta Suzete. Características curiosas de um shopping que soube se adequar ao entorno para se manter relevante.  "Temos uma grande vocação de serviços e conveniência e aproveitamos isso para sermos uma referência para os clientes”, finaliza a superintendente.